domingo, 30 de agosto de 2009

HEMATOMA SUBCORIÔNICO

INTRODUÇÃO
Vários estudos têm referido associação entre hematoma subcoriônico(HS), com piora do prognóstico da gestação, e subsequente aumento das perdas fetais.
A presença de HS, ocorre em cerca de 4 a 40% das gestações. Os fatores etiólogicos permanecem não esclarecidos, porém o hematoma parece iniciar com o descolamento de uma margem placentária. O conteúdo hemático não eliminado pela via endocervical, permanece em localização subcoriônica, sendo posteriormente eliminado ou absorvido. Dickey et al. (1992) relatam que o HS está relacionado á morte embrionária somente quando existe sangramento clínico.
CLASSIFICAÇÃO DOS HS de acordo com seu tamanho:
01) Comparando-se o tamanho do hematoma em relação ao saco gestacional.
* Pequeno (quando a dimensão do hematoma é menor ou igual a 1/3 do tamanho do saco gestacional.
* Médio (quando a dimensão do hematoma é considerado é menor ou igual á meio até 1/3 do tamanho do saco gestacional.
* Grande ( quando a dimensão do hematoma é maior que metade do tamanho do saco gestacional.
02) Calculando-se o volume do hematoma pela multiplicação de seus diãmetros (longitudinal, transversal e antero-posterior entre si e por uma constante de 0,52.
ABORTAMENTO ESPONTÂNEO
Teoricamente um grande hematoma poderia representar uma ameaça pelo efeto direto da pressão-volume. Além disso, o sangramento de 1º trimestre pode estar associado á reação inflamatória crônica da decídua, resultando em atividade miometrial e perda da gestação.
Outra hipótese é a entrada excessiva de sangue materno nas membranas, acarretando efeito indireto oxidante, que contribui para a disfunção e o dano celular.
TRATAMENTO
Não existe terapêutica específica para o tratamento dos hematomas subcoriônicos, sendo adotadas rotineiramente orientações similares ás ameaças de abortamento. Na maioria dos casos, ocorre eliminação progressiva do conteúdo por via vaginal. Nessa situação, após cessar o sangramento ativo, permanece por dias a semanas de corriimento escuro com característica de sangue coagulado. Em outros casos, o hematoma pode manter-se intra-útero ocorrendo progressivamente sua absorção espontânea.
PROGNÓSTICO
Não existe ainda um consenso á respeito da evolução e dos fatores prognósticos envolvendo os hematomas subcoriônicos. Provavelmente, ísto se deve ao fato dos HS não constituir etiologia da ameaça de abortamento, mas apresentar apenas a consequência de uma agressão á placenta, sendo portanto um coadjuvante do processo.

3 comentários:

  1. oi meu nome é lilian e estou com HS aki na ultrason esta falando que ele esta com um volume em torno de 11,03 cm³ em situaçao eu ano entendi direito se aguem puder explicar se ele esta grande pequeno só me add no msn
    sk8mult_girl@hotmail.com...vou aguardar
    obrigada

    ResponderExcluir
  2. olá meu nome é tatiana ,fiz meu primeiro ultra e constou o hs,mais além disso deu uma diferença de duas semanas da ultima menstruação,e não huvimos o batimento do bebê,seendo constou q estou de 6 semanas ,ja era para poder ouvir não era,por favor me ajudem

    ResponderExcluir
  3. ECOGRAFIA TRANSVAGINAL
    Útero RVFG medindo 8,5 x 3,5 x 5,1cm.
    Cavidade uterina preenchida por líquido denso (sangue?) com espessura
    de até 0,6cm.
    Ovário direito mede 3,3 x 1,9cm.
    Ovário esquerdo mede 3,6 x 2,3cm.
    Ausência de líquido livre.a medica que fez disse que eral bolsa de sangue que eu tinha masi minha mestruaçao nao desce eo medico dissem que era uma gravidez no inicio sera

    ResponderExcluir